IP Casa de Oração - Rua Moreira Neto, 283 - Guaianases - São Paulo

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Dica - Tinta feita em casa


Tem hora que a gente se pergunta: Será que não ter como economizar um pouco com Material Didático?

Sim, o material Didático e Pedagógioco pesa muito em nosso orçamento, seja na Escola Comum ou na Igreja.
Sempre estamos às voltas com a necessidade de termos material de qualidade e de preço razoável para trabalharmos a imaginação da garotada.
E com o advento da internet a moçadinha esta cada vez mais exigente. Uma aula tem que ser muito divertida para prender a atenção deles.

Resolvi postar aqui uma receita de Tinta caseira bem fácil de fazer e boa para ser utilizada em aulas de artes com as mãos.
Creio que vocês vão amar brincar com isto!
Experimente!

Material:
  •  1 litro de água;
  •  1 xícara de chá de farinha de trigo ou amido de milho;
  • 3 colheres de sopa de vinagre;
  •  anilina ou guache (diversas cores).
Preparo:
1 – Misture bem a farinha e a água e leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até conseguir um mingau uniforme, não muito grosso.
2 – Deixe esfriar e junte o vinagre.
3 – Divida a massa em vidros, tipo de maionese, e acrescente a anilina ou o guache (uma cor em cada vidro).
4 – Conserva-se bem por aproximadamente 1 mês se mantido bem fechado.
5 – Para usar, distribua entre as crianças pedaços de cartolina.
6 – Retire a tinta do pote com uma colher e deixe-as desenhar com as mãos.
7 – Coloque os trabalhos para secar à sombra.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

A Oração Infantil - E uma reflexão sobre Educação Cristã

Geralmente os pais não habituam seus filhos à oração. Na verdade, nem ensinam em casa as crianças sobre ter comunhão com Deus.
Algumas famílias se quer tem um momento para os filhos, para um diálogo, quando muito, ao sentir um desconforto, chamam, dão uns abraços e uns beijos e dispensam as crianças como se estas não possuissem  outras necessidades.
Já ouvi barbaridades sobre o hábito da oração infantil, mas lembro que em minha infância a oração era um hábito tanto na igreja, como na escola pública, como era normal também cantar o Hino Nacional
Na igreja que eu ia tinha Circulo de Oração Infantil e nós orávamos com a boca no pó, fazíamos jejum por vontade própria.
A modernidade entrou nas escolas e veio para as salas de aula cristãs,  não soubemos reter apenas o que era bom, como ensinou o apóstolo Paulo.
Nos atemos a ensinamentos contrários a Palavra de Deus, simplesmente porque se apresentavam mais fáceis para nós.
A Bíblia ensina que devemos falar de Jesus, da Palavra de Deus aos nossos filhos noite e dia, no caminho, em casa. Diz a Palavra que é para escrevermos até na parede a história de nossa retirada do Egito: (...) E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; / E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te. / Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por frontais entre os teus olhos. / E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas (Deuteronomio 6 - 6 a 8).
Os parâmetros da Educação Cristã no Brasil foram mudados à partir dos praticados nas Escolas Americanas, infelizmente de forma errônea, nos adequamos a coisas que não tínham fundamento e estamos pagando o preço, já que nossos jovens e adultos são fruto de uma Educação Cristã defeituosa.
Devemos olhar de novo para a Palavra e criarmos uma juventude pautada na Bíblia.

Obviamente que podemos sim utilizar outros meios para a Educação de nossas crianças, mas de forma que eles jamais esqueçam-se onde foram criados e chamados.
Que possamos sim, ensinarmos as nossas crianças a viverem no caminho certo, pois quando elas se tornarem adultos possam saber escolher entre qual caminho seguir, e, escolherem o verdadeiro Caminho. Esta é, na verdade,  uma advertência feita pelo sábio, que diz:   “Ensina o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele.” (Provérbios 22.6).
Pense nisto e faça algo por nossas crianças, sejam elas seus filhos ou seus alunos,em abos os casos você é um educador e tem que tomar rédea de sua posição, inserindo na criança sobre seu poder, as informações necessárias para decidi entre o bem e o mal mais na frente.
Fiquem na Paz do Senhor Jesus.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Letras de Cânticos Infantis

O Sabão

Disse Jesus: Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida
Disse Jesus: Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida
Eu Sou o Pão Vivo que desceu do céu
E quem comer deste pão viverá
E este Pão é a minha carne
Que Eu darei pela vida do mundo (2x)
********************
Bíblia
B-I-B-L-I-A É o Livro do meu Deus
B-I-B-L-I-A É o Livro do meu Deus

Eu tenho no meu coração
B-I-B-L-I-A
Bíblia

******************************************************************************
O Sabão
O sabão lava meu rostinho, lava meu pesinho, lava a minha mão
Mas Jesus pra me deixar limpinho quer lavar meu coração

Quando o mal me faz uma manchinha eu sei muito bem quem pode me limpar,
É Jesus, eu não escondo nada, Tudo Ele pode apagar

A ovelhinha
Uma ovelhinha
Saiu pra andar sozinha
Foi pra longe do Pastor
Perdeu-se coitadinha
O pastor bondoso,
Saiu bem cuidadoso,
Pelos montes a vagar
Saiu chamando e procurando
a sua ovelhinha
A ovelhinha alegre,
Voltou para o redil,
E agora esta contente,
Já não sente frio
A Semente
A Palavra de Deus é semente
Vai caindo,caindo, caindo
Quando a gente pensa que está morta

Vai nascendo, brotando e crescendo.
II Timóteo 2.15
Procura apresentar a Deus
Aprovado como obreiro,
Que não tem do que se envergonhar,
Que maneja bem a palavra da verdade,
Procura apresentar –te a Deus.
(II Timóteo 2.15)
Alô, Alô
Alô, alô, Aqui estamos nós
Alô, alô, pra ouvir de Cristo a voz,
Quietinhos vamos pois ficar
a Bíblia estudar.
E aprender a Jesus amar

domingo, 26 de junho de 2011

sábado, 25 de junho de 2011

Vaca Voadora - Coreografia

Bela Canção para crianças, que dá para trabalhar com todas as idades.
As crianças de nossa igreja se animaram com este vídeo.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Mundo Infantil - Marcos Antonio - Para Datas Festivas


Durante certo tempo (30 anos) fui da Assembléia de Deus. Lembro que pedi para um irmão, Vivaldo [in memorian],para cantar com sua filha Sara esta canção. Foi muito lindo. Até hoje lembro daquele sorriso infantil e olhos sapecas me olhando admirada e me dizendo que tiha aprendido.
Foi muito lindo.
Anda haia aqueles cultos específicos para a família na igreja e eles louvaram. Além da belza de ver uma criança cantar, sentimos de fato apresença de Deus, afinal Ele habita no meio do louvor!!!!!!!!!!!
Gostei de ouvir e me lembrar desta canção.
Elisabeth

Cenário para História de Abraão

Cenário - História de Abraão

Matterial 2 – O Cenário
Papelão – tipo geladeira
Papel crepom ou dobradura verde
Cartolina branca
Sulfite verde.

Execução
Corte o Papelão como uma lousa grande.
Cole o papel crepom verde nele, formando a grama
Como fundo total
Corte a cartolina branc a e cole formando uma moldura.

Dica – Coloque algumas flores coloridas nas laterais do cenário. Tanto em cima, como embaixo, para dar cor e vida.

Monte:
No sulfite verde, já cortado em quantidade dos alinos matriculados, coloque seus respectivos nomes
Cole no cenário, bem em cima.
Pendure na parede da sala de aula.

Não tenho sala! – Caso sua clsse utilize a nave da igreja, você pode usar este cenário de outra forma.Você vai precisar ainda de:
Madeirinha finas
Barbante encerado.

Cole atrás do painel pronto as madeirinhas adquiridas, de preferência bem lixada, para evitar acidentes com as crianças e até com você.Cole em toda extensão do painel.
Em cima coloque uma ou mais pedaços de barbante.
Antes de iniciar a aula, pendure num prego na parede do seu espaço de aula.
Bom uso

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Receita para Modelar - Receita Básica

Criando Material

Massa de modelar

Ingredientes:
4 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de sal
1 ½ xícara de água
Tinta guache

Modo de fazer:
1. Misture a farinha de trigo, o sal e a água e amasse muito bem.
2. Dica: Caso seja necessário e a massa fique ressecada, acrescente mais água aos poucos.
3. Para finalizar acrescente um pouco de tinta guache da cor escolhida e misture bem.
4. Coloque em potes plásticos tipo de margarina.
5. Use.

Variação: Substitua a tinta guache por suco artificial sem adição de açúcar. Aqui em São Paulo tem uma marca Kisuco, com alta concentração de conservantes.
Para outras cores, varie as tintas.


Importância de trabalhar com massa de modelar

• Estimula a criatividade da criança;
• Ótimo para o desenvolvimento motor; e
• Facilitador do auto-conhecimento.


Elisabeth Alves

Confecção de Fantoche - Modelo 5

Filme de Moisés - com crianças da igreja Quadrangular

Pessoal

Fiquei encantada com este vídeo que encontrei na internet. Muito lindo!
É uma dica magnífica para trabalhar na igreja com as crianças. Eles se sentirão melhor integrado no seu grupo.
É uma experiência tão válida como as encenações teatrias que já são comuns entre nós líderes infantis, mas no caso do filme dá para usar todas as crianças disponíveis.
Shalon



quarta-feira, 22 de junho de 2011

Barra para Enfeitar a Igreja em dia de Festa Infantil

Usamos este material na Festa do Dia das crianças. Notícia está no Crinças para Cristo.






Aqui fizemos as flores de papel color 7 colorido e cortamos as folhas para enfeitar as flores. Para dar efeito de pequenos buques colocamos entre as folhas duas flores embaixo e um em cima. Entre as barras colamos na própria parede folhas maiores e espalhamos as flores de diversos tamanhos acima da folha.
Nos espaços onde ficam caixas de luz e cartas colamos barras, desta vez com flores feitas de papel camurça vermelho e as pequenas, colocadas sobre as caixas especificamente, foram feitas de color7 mesmo.
A tia Rose aproveitando dos visuais de louvores que serão ensinados em breve, enfeitou a parede. Ficou muito bonito.
No quadro de aviso a Tia Renata colocou flores pequenas de cartolina rosa e borboletas. Para enfeitar, aproveitando a sequência de borboletas, colamos outras na parede, todas da mesma cor (rosa choque) com fita dupla face. As flores desta sequência de barra de papel camurça amarelo.
Lindos os visuais da Tia Rose.
Aqui a artista e a arte. Tia Rose no detalhe.Detalhe das entre barras. Utilizamos neste enfeite todas as cores utilizadas para fazer as barras e demais detalhes.Aqui brincamos com as barras. Agora na lateral do Altar. Uma barra longa e algumas mais curtas.
Aqui uma visão mais distante do efeito causado na parede.


No armário de pastas do canto, as Tias Rose e Renata fizeram arranjos de bexigas de coração. Ficou lindo.

Na foto a Tia Renata e a Lu - irmã Lucimara. Muita bixiga para encher e amarrar.Ufa!

Nosso muito obrigada para: irmãs Duka e Lu. Sobrou até para os Jovens, Renan e Soraia. Lucas e Vitórinha.


Aqui uma das fotos da festa.
Tia Renata, tio Manoel e a doce Ruth. Que ninguém sabe como foi embora.
Afinal o Benedito foi de escada - Porque era jovem.rs
E a Fernanda foi de escada, porque era chique...

Muito lindo mesmo. Trabalho para todos. Tia Rose,Tia Renata e eu.

Elisabeth Lorena Alves

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Presente para o dia dos Pais!

Idéia ótima para o dia dos Pais.
Porta Retrato com Feltro Engomado, mas você pode usar outras estampas, já que a utilizada pela Iára Capraro é de oncinha.E claro que você não vai colocar o laço,não é mesmo?


Lista de Material:

  • porta retrato de MDF,
  • Gomaflex Daiara,
  • cola branca Daiara,
  • tinta acrílica Plus Daiara Amarelo Ocre,
  • pincéis Daiara ref.530/G e ref.800/G,
  • tecido feltro estampado,
  • verniz acrílico Daiara,
  • tesoura e
  • lixa de pé 
No site, Criatividade sem limites, tem o passo a passo.

Bom uso e boa sorte!
ELA

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Breve História dos Fantoches

Por Ana Lucia Santana
O teatro de fantoches, de bonecos ou de marionetes é a expressão teatral que caracteriza as encenações realizadas, respectivamente, com fantoches, marionetes ou bonecos. É ainda mais autêntico aquele no qual seus elementos – palco, cenários, cortinas, entre outros – são estritamente criados para determinada representação.

O fantoche remonta aos tempos ancestrais e tem executado um papel significativo na história das civilizações. Ele está especialmente ligado aos primitivos cultos animistas, os quais consideram que tudo no Universo é portador de alma e, por extensão, de sentimentos, desejos e até mesmo de inteligência. Assim, determinados objetos eram considerados sagrados, entre eles as máscaras e os fantoches.

teatro fantoche2

Este instrumento teatral conferia aos seres que os utilizavam poderes mágicos, caracterizando-os como personas intermediárias entre os povos primitivos e seus deuses. As pessoas conferiam tal sacralidade ao fantoche que ele realmente parecia sustentá-las espiritualmente.

Ao se tornar portador do fantoche, o personagem adquiria poderes que o convertia em um profeta, um ser sagrado, um exorcista. Portanto, somente um iniciado nos conhecimentos sacros poderia usar suas mãos para dar vida ao fantoche, em uma cerimônia especialmente preparada para essa encenação.

Na era clássica os fantoches estavam dispostos principalmente dentro dos templos; eram bonecos de grande porte conduzidos igualmente durante as procissões de iniciação. Eles se desenvolvem particularmente a partir do século VII, com a adoção de estátuas semelhantes ao Homem. Estes fantoches que imitam as feições humanas são então escolhidos cada vez mais para estes eventos religiosos, assumindo um estilo que ainda hoje marca as representações do teatro de fantoches.

teatro fantoche

Como esta modalidade lembrava demais os antigos ritos animistas, a Igreja começou a proibir as encenações dentro dos templos. Esta atitude deu origem aos teatros itinerantes, os quais reduziram o porte de forma a poder circular aqui e ali com suas representações, especialmente pelas ruas e em festas empreendidas no interior dos palácios.

Ao longo do Renascimento eles são novamente resgatados no seio das Igrejas, apresentando-se também nos pátios residenciais e nas festas realizadas durante as feiras. A platéia se populariza e o teatro de fantoches assume uma postura mais satírica, impregnada de humor. Ele tem um papel importante nesse período, chegando até mesmo a preservar o Teatro Inglês quando este é interditado durante 18 anos.

Seguindo a evolução histórica, os fantoches foram se transmutando conforme as necessidades de cada época, não se atendo jamais ao passado. Assim, eles estão sempre em metamorfose, constantemente assumindo novas formas. Esta modalidade teatral preserva sempre, porém, seu caráter ambulante, ao encenar seus espetáculos não só nos teatros convencionais, mas também nas ruas, nas praias, nos espaços ao ar livre diante das Igrejas.

Saiba mais em:

Temática Cristã

http://criancaevang.blogspot.com/2007/10/teatro-de-fantoches_05.html





CANTINHO DOS PROFESSORES - EBD: TEATRO DE FANTOCHES

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Confecção de Fantoche - Modelo 1



Encontrei esta idéia e um par delas e vou posta-las aqui.
Que Deus os abençoe e abençoe também que teve a idéia e postou no Youtbe.

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Uma idéia para o dias das Mães

Renata, amiga olha que idéia legal!
Estava pensando em uma idéia nova para trabalhar com as crianças, ou mesmo para as professoras e tudo o que encontrava em meu material já utilizei,mas não tenho fotos. Então hoje, andando pela net me deparei com esta idéia de tecido e madeira e pensei em postar aqui.
Quem tiver interesse pode aproveitar a técnica em outras idéias.
Essas e outras idéias em Iára Capraro.
Que acha Rê?
Beijos

sábado, 22 de janeiro de 2011

Pastor Ailton for kids - Culto do Dia das Cranças2010

Foi no dia das crianças.
O irmão Ailton - Pastor Ailton, já vinha contando passagens bíblicas na hora da primeira palavra. é um tempo pequeno ele estava se saindo bem.
Quando deciddiu fazer uma mensagem especial, escolheu a históra de Davi, que eu tinha pintado,mas ainda não tinha contado.
Nós gostamos muito.
Ele se inibiu u pouco,mas depois se saiu bem
Graças a Deus.